20 de mai de 2014

Achados e Perdidos

Olá pessoal, neste post vou apresentar um trabalho feito por Geraldo Elias. Ele conta de uma maneira muito divertida a importância em darmos valor as coisas antigas !!!




Dentro de uma caixa onde uma família guarda objetos de pouco valor pessoal, ocorre um diálogo entre o Disco de vinil, uma fita Cassete, e um CD.
Nesta fábula o disco mostra a importância de entender e respeitar os mais velhos e valorizar a história de cada um. Inclusive a nossa própria história.




Eu já vi você em algum lugar! Quem é você?




- Oi! Sou o vinil nasci em 1950, e fui um dos mais preferidos pela galera.
Todos gostavam de me ouvir. Com a família, com os amigos ou sozinho. Um dos mais preferidos era dos Beatles.
Mas agora ando meio esquecido. Apesar de ter uma capa bacana, não querem

mais virar o disco.


- Não sei não, mas ouvi dizer que você é duas caras!


- Mostro o lado A e lado B. Tudo na vida não tem dois lados?
Trago comigo essa experiência e prazer, e não por ser falso.


- Oh!! O que você esta fazendo aqui? Você não é tão velho assim, como pode?


- Você tem razão, tenho apenas 30 anos e já fui trocado pelo Ipod.
Apesar de ser mais barato e ter uma memória melhor que a sua, infelizmente as preferências agora são muitas.
Não sou tão grande como você, e nem sou difícil de carregar, e posso ser também de muitas cores. E mesmo assim ainda não consigo entender. Eles preferem ouvir músicas em celulares e computadores.
O valor de meus irmãos foi reduzido, muitos agora estão largados nas prateleiras, iremos para o lixo e serei extinto. Não quero ter o seu mesmo final, largado em uma caixa ou quebrado no quintal.


- Amigo! Posso entender a sua raiva e desanimo. É triste não ser escutado e ser jogado em um canto. Mas o que importa realmente é a semente que plantamos.
Veja aqui você! Sem mim você não existiria CD. A música não gira em torno do nosso próprio disco, devemos dar espaço para os outros, música é isso. Talvez tenha já feito tudo o que pude. Por mim foi feito você, e de você Ipod. Por trás de mim existem histórias brilhantes. Muito trabalho, suor e grandes cantores.


- Me desculpe disco de vinil, você tem razão em tudo que falou. Cheguei com tanta raiva que me esqueci, do meu e do seu valor.
Todos nós envelhecemos. Temos o nosso próprio tempo.



Autor: Geraldo Elias Júnior
Ilustração: Paula Fernandes
Acabamento final: Geraldo, Paula,Elielson e Camila 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...